UAI
Publicidade

Estado de Minas BERLIM

China pede a novo governo alemão para evitar confronto


04/12/2021 17:14

A embaixada chinesa em Berlim pediu ao novo governo alemão para "construir pontes em vez de muros", depois que a futura ministra das Relações Exteriores, Annalena Baerbock, pediu uma diplomacia mais dura contra regimes autoritários como os chineses.

Em um comunicado publicado no site da embaixada neste sábado(4), uma porta-voz observou que "algumas pessoas estão enfatizando cada vez mais as diferenças e divergências nas relações sino-europeias e sino-alemãs".

"Com o novo governo federal alemão, estamos prontos para estender a mão e desenvolver nossos interesses comuns com base no respeito mútuo, igualdade e benefício mútuo", disse a porta-voz.

O texto, que é apresentado como uma resposta às observações de Baerbock, conclui: "O que precisamos são construtores de pontes, não construtores de paredes".

Em seu acordo de coalizão, os sociais-democratas, os verdes e os liberais, que tomarão posse na próxima quarta-feira, mencionam as violações dos direitos humanos na província de Xinjiang, onde organizações de direitos humanos acusam Pequim de prender mais de um milhão de uigures muçulmanos em acampamentos de reeducação política.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade