UAI
Publicidade

Estado de Minas WASHINGTON

EUA se recusa a aceitar que Irã continue travando negociações sobre acordo nuclear


04/12/2021 17:05

Os Estados Unidos "não poderão aceitar" que o Irã continue travando as negociações para salvar o acordo original sobre o programa nuclear de Teerã, enquanto segue desenvolvendo seu programa atômico, alertou um alto funcionário americano nesto sábado (4).

No entanto, este alto funcionário, que pediu anonimato, ressaltou que os Estados Unidos ainda não tomaram a decisão de encerrar conversas indiretas retomadas na segunda-feira em Viena entre iranianos e americanos, e espera que Teerã volte à mesa de negociações em breve "pronto para negociar seriamente".

"O Irã não demonstrou a atitude de um país que pensa seriamente em um rápido retorno" ao acordo de 2015, que visava evitar que Teerã adquirisse a bomba atômica, disse o alto funcionário na capital austríaca.

Segundo essa fonte, enquanto os Estados Unidos mostraram "paciência" nos últimos cinco meses, durante a suspensão das negociações que começaram em abril mas terminaram em junho devido à eleição de um novo presidente ultraconservador do Irã, a República Islâmica de fato "continuou a acelerar seu programa nuclear de forma provocativa."

E, quando finalmente voltou a Viena na segunda-feira para reiniciar as conversas, "foi com propostas que reverteram todos os compromissos propostos pelo Irã" de abril a junho, a fim de "se beneficiar de todos os compromissos assumidos pelos outros e em particular pelos Estados Unidos, e ainda exigir mais", criticou o alto funcionário.

Sob a presidência do magnata republicano Donald Trump (2017-2021), Washington retirou-se do acordo por considerá-lo inútil e brando, e restabeleceu suas sanções contra Teerã, que em resposta liberou gradualmente as restrições ao seu programa nuclear.

O atual presidente americano, o democrata Joe Biden, disse que está pronto para voltar ao acordo se o Irã retomar seus compromissos.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade