UAI
Publicidade

Estado de Minas INTERNACIONAL

Meghan Markle ganha disputa judicial com tabloides britânicos


03/12/2021 07:40

Um tribunal de Londres rejeitou nesta quinta, 2, o recurso de um tabloide britânico condenado por "atentado contra a vida privada" de Meghan Markle, mulher do príncipe Harry. A publicação foi processada pela duquesa de Sussex após divulgar uma carta escrita por ela para seu pai. Ao anunciar o veredicto, o juiz determinou que o tabloide Mail on Sunday, pertencente ao grupo Associated Newspapers Limited (ANL), deve "respeitar" a privacidade de Meghan.

Ela celebrou a vitória e expressou esperança de que a decisão mude a indústria dos tabloides. "Esta é uma vitória para mim, mas também para qualquer pessoa que já teve medo de defender o que é justo", afirmou Meghan, em comunicado. "O mais importante é que agora somos, coletivamente, suficientemente corajosos para remodelar uma indústria que condiciona as pessoas a serem cruéis e lucra com as mentiras e a dor que cria."

Em dois pareceres, expedidos em fevereiro e maio, a Justiça britânica concluiu que os jornais violaram a privacidade de Meghan ao publicar trechos da carta que ela endereçou a seu pai, Thomas Markle, em agosto de 2018. Os juízes também concluíram que a carta foi escrita pela própria Meghan, e não por uma assistente, como alegava o tabloide - portanto, a duquesa é a parte lesada, já que é a dona do direito intelectual. Meghan, que vive nos EUA com Harry, e seus dois filhos, processou a ANL por uso indevido de informações privadas, violação de "direitos autorais" e violação da lei de proteção de dados. (COM AGÊNCIAS INTERNACIONAIS).

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade