UAI
Publicidade

Estado de Minas MONTEVIDÉU

Novos diagnósticos anuais de HIV no Uruguai diminuíram levemente


01/12/2021 17:53

A taxa de novos diagnósticos de HIV caiu levemente em 2020 em comparação com 2019 no Uruguai, onde cerca de 12.200 pessoas (0,4% da população) são positivas ao vírus, de acordo com um relatório oficial divulgado nesta quarta-feira no marco do Dia Mundial da Luta contra a aids.

Entre 2016 e 2020, houve 902 novos casos de HIV por ano em médio, enquanto em 2020 foram registrados 876, o que reduziu levemente a taxa de notificação de novos diagnósticos, caindo para 25 pessoas a cada 100.000 habitantes.

Essa queda "poderia estar relacionada com a redução no número de testes realizados como consequência da pandemia de covid-19", explica o relatório "Situação Epidemiológica do no Uruguai", do Ministério da Saúde Pública (MSP).

O país de 3,5 milhões de habitantes tem 12.224 pessoas com diagnóstico de HIV, das quais 71% (8.711) estão sob tratamento com antirretrovirais; metade deles tem carga viral indetectável.

Os homens continuam sendo os mais afetados pelo vírus, com uma relação de 2,3 para cada mulher com HIV. Do total de diagnosticados em 2020, 70% foi do sexo masculino.

A média de idade dos novos diagnósticos é de 38 anos e a principal via de transmissão (99%) continua sendo a sexual.

A taxa de contágios entre uma mãe infectada e seu bebê durante a gravidez, conhecida como "transmissão vertical", foi menor que 2% no período analisado e em 2020 foi registrado apenas um caso.

A mortalidade por causas vinculadas ao em 2020 foi a menor dos últimos cinco anos, com 152 mortes e uma média de 48 anos de idade. Do total de mortes, 25 foram de pacientes diagnosticados no mesmo ano, já em estágio de aids.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade