UAI
Publicidade

Estado de Minas WASHINGTON

EUA estão em alerta por nova variante da covid, diz assessor do governo


29/11/2021 12:49

O renomado cientista do governo dos Estados Unidos, Anthony Fauci, disse nesta segunda-feira(29) que seu país está em "alerta" para a nova variante da covid-19 e instou as pessoas a se vacinarem depois que o Canadá confirmou seus primeiros casos de ômicron.

"Não há casos confirmados (de ômicron), mas obviamente estamos em um alto nível de alerta", disse Fauci no programa "Good Morning America" da ABC.

O cientista também encorajou as pessoas a se vacinarem contra o coronavírus ou obterem reforços imunológicos em breve, em vez de esperar que as empresas farmacêuticas ajustem as doses especificamente para a variante ômicron.

"Diante de uma variante como essa, embora haja muito que não sabemos sobre ela, uma coisa que sabemos é que as pessoas vacinadas reagem muito, muito melhor do que aquelas que não foram vacinadas, principalmente quando recebem reforço", afirmou. ele disse.

"Quando você se vacina e toma uma dose de reforço e seu nível (de anticorpos) sobe, você vai ter algum nível de proteção, pelo menos contra uma forma grave da doença", disse Fauci, assessor da Casa Branca na pandemia.

"Eu definitivamente sugeriria que os reforços fossem aplicados agora."

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou nesta segunda-feira que a nova variante ômicron do coronavírus apresenta "um risco muito elevado", e países ao redor do mundo estão restringindo viagens do sul da África, onde foi detectado pela primeira vez, além de outras precauções.

A OMS também garantiu que pode levar várias semanas para saber se a variante representa mudanças significativas na transmissão, gravidade ou traz implicações para as vacinas, testes e tratamentos anticovid.

Os Estados Unidos restringiram viagens de oito países do sul da África e seu vizinho Canadá fez o mesmo com sete países.

No domingo, o Canadá informou que detectou os primeiros casos da nova variante, em duas pessoas que viajaram recentemente para a Nigéria.

Ambos os pacientes foram isolados, enquanto as autoridades de saúde localizavam seus possíveis contatos.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade