UAI
Publicidade

Estado de Minas BERLIM

'Cada dia conta', alerta Merkel sobre combate à pandemia na Alemanha


25/11/2021 12:42

A chanceler Angela Merkel pediu nesta quinta-feira (25) "restrições adicionais" para lutar contra a pandemia do coronavírus porque "cada dia conta" para frear a violenta onda de casos que abala a Alemanha.

"Precisamos de restrições adicionais", disse a chanceler, acrescentando que disse o mesmo ao seu sucessor Olaf Scholz. "Podemos administrar juntos essse período de transição e buscar todas as medidas necessárias", acrescentou.

Merkel, que afirmou que hoje é um "dia triste" por ter superado as 100.000 mortes pela doença na Alemanha, disse que deseja dialogar com Scholz e os líderes de sua coalizão - Verdes e FDP - devido à gravidade da situação.

"A situação ainda é muito grave, porque ainda estamos em uma fase de crescimento exponencial (das infecções) e porque os casos que estão adoecendo hoje farão parte dos pacientes de cuidados intensivos em 10 ou 14 dias", disse.

"Precisamos ter muito cuidado para garantir que nossos hospitais não fiquem saturados", acrescentou.

Na terça-feira, Merkel interrompeu as negociações para formar uma coalizão entre Scholz e seus sócios, e os convocou para falar da emergência sanitária.

Segundo a imprensa alemã, pediu a eles para aplicar um confinamento porque considera insuficientes as atuais medidas sanitárias.

A nova coalizão rejeitou a proposta e Scholz anunciou a criação de uma nova célula de crise sobre a pandemia na chancelaria.

Sua aliada Annalena Baerbock, do partido Verde, também disse que a nova coalizão terá 10 dias, até o início de dezembro, para decidir se "as medidas sanitárias vão longe o suficiente".


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade