UAI
Publicidade

Estado de Minas NOVA YORK

Wall Street fecha sem tendência definida após alta das taxas de bônus nos EUA


23/11/2021 19:26

A bolsa de Nova York fechou sem tendência definida nesta terça-feira (23), quando o aumento das taxas de juros dos bônus nos Estados Unidos favoreceu alguns valores e penalizou outros.

O Dow Jones subiu 0,55% a 35.813,80 pontos, e o índice ampliado S&P; 500, teve alta de 0,17% a 4.690,70 unidades, enquanto o tecnológico Nasdaq recuou 0,50% a 15.775,14.

"O principal ponto de atenção (do mercado) são as taxas de juros", resumiu Sam Stovall, encarregado de estratégia de investimentos da CFRA.

O mercado da dívida continuou dirigindo a renovação, na segunda-feira, do mandato do presidente do Federal Reserve (Fed, banco central americano), Jerome Powell.

A eleição abre o caminho, segundo vários operadores, a uma aceleração do ritmo de normalização da política monetária americana, que começa este mês.

Assim, a taxa de bônus do Tesouro a 10 anos subiu 0,14 ponto percentual desde o fechamento na sexta-feira, situando-se a 1,68%.

"Estas taxas mais altas penalizaram os setores de crescimento (ndr: aqueles com firmas que apostam em continuar se expandindo fortemente), em particular a tecnologia", destacou Sam Stovall.

Entre elas estão a Meta (ex-Facebook), em queda de 1,10% a 337,25 dólares e a Microsoft, que recuou 0,63% a 337,69 dólares.

Ao contrário, os valores bancários que se beneficiam deste entorno de taxas em alta, que melhora suas margens, fecharam em alta. JPMorgan Chase (+2,39%), Bank of America (+2,64%) e Wells Fargo (+2,11%) fecharam no azul nesta terça-feira.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade