UAI
Publicidade

Estado de Minas MANÁGUA

Oposição denuncia prisão de ex-embaixador e crítico do governo na Nicarágua


22/11/2021 22:45

Grupos de oposição denunciaram nesta segunda-feira (22) a prisão de Edgard Parrales, ex-embaixador na OEA e crítico do governo de Daniel Ortega, elevando assim a 41 o número de opositores presos desde maio na Nicarágua.

"Edgard Parrales, ex-diplomata, (foi) sequestrado hoje pelo regime Ortega-Murillo, mais um cidadão privado de liberdade por expressar sua opinião", informou no Twitter a Unidade Nacional Azul e Branca (UNAB), referindo-se ao presidente e sua esposa e vice-presidente Rosario Murillo.

Ortega obteve seu quarto mandato consecutivo nas eleições de 7 de novembro, sem adversários significativos e em meio a críticas da comunidade internacional.

Até o momento, nem a polícia nem o Ministério Público confirmaram a prisão de Parrales, como aconteceu com os demais opositores presos antes das eleições.

No entanto, a esposa do ex-diplomata, Carmen Córdova, confirmou que seu marido foi detido quando estava saindo de sua casa em Manágua.

Por sua vez, a presidente do Centro de Direitos Humanos da Nicarágua (CNDH), Vilma Núñez, disse à imprensa que Parrales foi capturado por "duas pessoas em trajes civis que o levaram de carro".

Parrales, que também foi sacerdote, apoiou a Revolução Sandinista na década de 1980 como embaixador da Nicarágua na Organização dos Estados Americanos (OEA) e titular do extinto Ministério de Bem-Estar Social.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade