UAI
Publicidade

Estado de Minas PARIS

Diretor da AIE pede respeito a compromissos firmados na COP26


18/11/2021 09:39

A cúpula COP26 sobre o clima não foi "um fracasso", mas os compromissos alcançados devem ser postos em prática e cumpridos - afirmou o diretor-executivo da Agência Internacional de Energia (AIE), Fatih Birol, nesta quinta-feira (18).

"Não concordo com a ideia de que Glasgow seja um fracasso", disse Birol, destacando "os muitos e importantes resultados positivos" do encontro.

No sábado (13), em Glasgow, os 200 países participantes da COP26 adotaram um acordo para acelerar a luta contra o aquecimento do planeta. O pacto não garante, porém, mantê-lo abaixo de +1,5°C, nem responde os pedidos de ajuda dos países pobres.

"Hoje, os países que representam mais de 90% da economia mundial têm compromissos com a neutralidade de carbono. É enorme", destacou Birol, no fórum franco-alemão de energia.

Segundo os cálculos de sua agência, os anúncios feitos em Glasgow podem limitar o aquecimento a +1,8°C, em relação aos níveis pré-industriais, se forem totalmente cumpridos.

"É um êxito político importante para Glasgow", mas "a palavra crucial aqui, a frase mágica, é 'pleno cumprimento', em particular nos próximos dez anos", observou.

Birol também pediu "uma expansão em massa de energias renováveis, especialmente no setor elétrico", assim como esforços de eficiência energética.

Apresentando-se para autoridades francesas e alemãs, Birol aproveitou para elogiar "a liderança da Alemanha para sair do carvão na hora certa para que a própria Alemanha possa servir de exemplo para outros países". Em relação à França, disse que ainda há "muita margem" para ir mais longe no desenvolvimento das energias renováveis.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade