UAI
Publicidade

Estado de Minas TEERÃ

Irã leva 'muito a sério' conversas sobre programa nuclear, diz Raisi


16/11/2021 11:10

O presidente iraniano, Ebrahim Raisi, disse, durante uma conversa por telefone com seu homólogo russo, Vladimir Putin, nesta terça-feira (16), que o Irã "leva muito a sério" as negociações sobre seu programa nuclear.

Estas discussões serão retomadas no final de novembro.

"A República Islâmica do Irã leva muito a sério as negociações, e também levamos a sério o direito do nosso povo a que as sanções sejam suspensas", afirmou Raisi, segundo o comunicado publicado no site da Presidência.

Durante o telefonema com Raisi, Putin "expressou sua esperança de que as conversas previstas para o final de novembro sejam construtivas", segundo o comunicado divulgado pelo Kremlin.

As negociações entre Teerã e as demais partes (Alemanha, China, França, Reino Unido e Rússia) para salvar o acordo nuclear iraniano serão retomadas em Viena em 29 de novembro. Elas estão suspensas desde a eleição de Raisi, em junho deste ano.

O objetivo dessas negociações é limitar drasticamente o programa nuclear iraniano em troca de uma redução das sanções econômicas internacionais impostas ao país.

O acordo foi firmado em 2015 entre o Irã e potências da comunidade internacional. Após a saída unilateral do acordo por parte dos Estados Unidos, em 2018, durante o governo de Donald Trump, e com o restabelecimento das sanções, o Irã começou a abandonar progressivamente seus compromissos assumidos em Viena.

- Convite à AIEA

As declarações de Raisi surgem depois de Teerã ter anunciado, na véspera, que convidou o diretor da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), o argentino Rafael Grossi, para se reunir com seu ministro das Relações Exteriores, Hossein Amirabdollahian.

O convite foi feito depois que Grossi manifestou sua preocupação com a ausência de contatos com líderes iranianos.

Em conversa com a imprensa, o porta-voz da diplomacia iraniana, Said Khatibzadehm, disse ontem que o diretor da AIEA "foi convidado, foi sugerida uma data para sua viagem (...) Aguardamos sua resposta".

Segundo ele, estão previstas reuniões com o ministro iraniano das Relações Exteriores e o diretor da Organização Iraniana de Energia Atômica, Mohamad Eslami.

Na última sexta-feira (12), Grossi afirmou que a falta de contatos com o novo governo iraniano é "surpreendente", já que Teerã tem vários prazos importantes nas próximas semanas.

"Não tenho contato com este governo (...) há mais de cinco meses", disse Rafael Grossi a jornalistas, acrescentando que as únicas exceções foram "conversas técnicas" com o novo diretor da Organização de Energia Atômica do Irã.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade