UAI
Publicidade

Estado de Minas VARSÓVIA

Forças polonesas reagem com gás lacrimogêneo a pedradas de migrantes


16/11/2021 08:23 - atualizado 16/11/2021 08:26

As forças de segurança polonesas da localidade de Kuznica (leste) dispararam gás lacrimogêneo contra migrantes que jogavam pedras, ao longo da fronteira com Belarus - anunciou o Ministério da Defesa.

"Kuznica: os migrantes atacaram nossos soldados e oficiais com pedras e estão tentando destruir a cerca e entrar na Polônia. Nossas forças usaram gás lacrimogêneo para sufocar a agressão dos migrantes", tuitou o Ministério.

O governo polonês calcula a presença de entre 3.000 e 4.000 o número de migrantes, muitos deles curdos iraquianos, acampados ao longo da fronteira, em temperaturas glaciais e bloqueados entre a pressão das forças bielorrussas e a contenção dos soldados poloneses.

A crise aumentou a tensão entre a União Europeia e Belarus, apoiada por Moscou.

O bloco acusa Minsk de promover o fluxo migratório como represália às sanções aprovadas por Bruxelas contra o regime de Alexander Lukashenko após sua contestada reeleição em 2020 e a posterior repressão aos dissidentes.

Com um discurso duro contra a imigração, o governo polonês aprovou o estado de emergência na fronteira, mobilizou milhares de soldados na região e prevê a construção de um muro entre os países.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade