UAI
Publicidade

Estado de Minas LONDRES

Policial inglês que estuprou e assassinou mulher recorre de sentença de prisão perpétua


27/10/2021 13:34

O policial britânico condenado à prisão perpétua por estuprar e matar a londrina Sarah Everard, um crime que chocou o Reino Unido, apelou da sentença nesta quarta-feira (27).

Uma ação judicial para apelar da sentença foi aberta, disse um porta-voz do Tribunal de Apelações.

Wayne Couzens, de 48 anos, usou sua identificação policial para prender a mulher, de 33 anos, que voltava para casa na noite de 3 de março, no sul de Londres.

Ele a acusou de violar as regras de confinamento, algemou-a, colocou-a no carro, estrangulou-a e colocou fogo em seu corpo em uma floresta a uma hora e meia de Londres.

Em 30 de setembro, foi condenado à prisão perpétua, sem possibilidade de libertação, decisão excepcional no Reino Unido fora dos casos de terrorismo.

Ao pronunciar seu veredicto, o juiz Adrian Fulford ressaltou "o abuso do papel de policial" neste assassinato "em circunstâncias particularmente brutais".

O caso causou grande agitação no Reino Unido e levou muitas mulheres a expressarem seus sentimentos de insegurança.

/mr


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade