UAI
Publicidade

Estado de Minas BANGCOC

Ex-líder birmanesa Aung San Suu Kyi presta depoimento pela primeira vez em julgamento


26/10/2021 11:07

A ex-líder civil de Mianmar Aung San Suu Kyi, processada desde junho depois de ser derrubada em fevereiro por um golpe militar, prestou depoimento nesta terça-feira (26) pela primeira vez em um tribunal da junta militar, informou uma fonte próxima ao caso.

A vencedora do prêmio Nobel da Paz de 1991, de 76 anos e sob prisão domiciliar em Naypyidaw desde o golpe de Estado, "fez sua declaração no tribunal sozinha", em resposta às acusações de incitar a desordem pública. das quais se declarou inocente em setembro.

Além destas acusações, Suu Kyi está sendo julgada por uma série de crimes: importação ilegal de walkie-talkies, violação das restrições vinculadas à covid-19, sedição e corrupção.

A ex-líder birmanesa enfrenta a possibilidade de dezenas de anos de prisão. O conteúdo do depoimento "não pode ser revelado" até que o tribunal certifique suas declarações, de acordo com a mesma fonte. Ele disse que isto pode acontecer na próxima semana.

As autoridades negaram aos jornalistas acesso ao processo de Suu Kyi, que se acontece a portas fechadas em um tribunal especial da capital Naypyidaw.

Seu principal advogado, Khin Maung Zaw, anunciou recentemente que não tem o direito de falar com a imprensa, diplomatas estrangeiros e organizações internacionais, devido a uma ordem do regime militar.

O golpe de 1º de fevereiro acabou com um breve período democrático de uma década no país.

Desde então, o exército executa uma repressão violenta contra os opositores.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade