UAI
Publicidade

Estado de Minas MIAMI

Restos humanos achados na Flórida são de namorado de influenciadora morta nos EUA


21/10/2021 21:13 - atualizado 21/10/2021 21:14

Os restos humanos encontrados na quarta-feira em uma reserva natural da Flórida são do namorado de Gabby Petito, uma jovem influenciadora assassinada há algumas semanas nos Estados Unidos, anunciou a polícia federal americana nesta quinta (21).

"Uma comparação de registros dentários confirmou que os restos humanos descobertos" na reserva "são de Brian Laundrie", informou o FBI em um comunicado.

As autoridades procuravam há semanas o jovem de 23 anos, desaparecido em setembro após se negar a responder a perguntas da polícia sobre sua namorada.

O FBI tinha anunciado na quarta-feira a descoberta de restos humanos perto de alguns pertences de Laundrie na reserva natural Carlton, no oeste da Flórida.

Os pais do jovem se reuniram ali pela manhã com policiais para tentar localizá-lo perto de uma trilha por onde gostava de passear.

Nesta quinta, as autoridades confirmaram a Chris e Roberta Laundrie que os restos mortais encontrados no local pertenciam a seu filho, informou o advogado da família, Seteven P. Bertolino.

Por enquanto, desconhece-se a causa da morte do rapaz.

- Uma viagem e muitas perguntas -

Laundrie e Petito saíram de Nova York em julho para percorrer o oeste dos Estados Unidos em uma caminhonete durante quatro meses, depois que ela se demitiu do emprego.

Durante dias, eles divulgaram imagens nas redes sociais em que apareciam sorridentes.

Mas em 1º de setembro, Laundrie voltou sozinho a North Port, na Flórida, onde o casal morava com a família dele.

Sua atitude levantou suspeitas sobre seu papel no desaparecimento da jovem de 22 anos, sobretudo depois que ele se recusou a responder às perguntas da polícia e fugiu em 13 de setembro.

As piores previsões se confirmaram em relação a Petito. Seu corpo foi encontrado em 19 de setembro no parque nacional de Gran Teton, no Wyoming. Em 12 de outubro, autoridades anunciaram que ela morreu por estrangulamento.

Um vídeo publicado em setembro pela polícia de Moab, pequena cidade de Utah, aumentou as suspeitas sobre Laundrie.

Nas imagens, Petit aparecia chorando em um carro, depois que a polícia interferiu em uma briga do casal.

O desaparecimento da jovem gerou uma enxurrada de postagens nas redes sociais e os usuários se mobilizaram para tentar encontrá-la.

Quanto a Laundrie, a polícia recebeu telefonemas de pessoas de todo o país que acreditavam tê-lo visto após sua fuga.

A história de Petito é tristemente comum em um país onde centenas de milhares de pessoas desaparecem todos os anos.

Mas a repercussão dada ao caso suscitou uma polêmica sobre a desproporcional atenção dada aos desaparecimentos de mulheres brancas em comparação com as de minorias.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade