UAI
Publicidade

Estado de Minas TEERÃ

Dez anos de prisão no Irã para ex-governador do Banco central


16/10/2021 09:45

Um ex-governador do Banco Central Iraniano (BCI) foi condenado neste sábado (16) a dez anos de prisão por ter desperdiçado 160 milhões de dólares e causado a perda de 20 milhões de euros (US$ 23,2 milhões) nas contas estatais.

Valliolah Seif, de 69 anos, foi uma das figuras de mais destaque dos meios financeiros do país. Segue em liberdade até o momento e tem a possibilidade de apresentar recurso.

Dirigiu o banco de 2013 a 2018 e está acusado de "ter infringido várias vezes a legislação" com seu adjunto Ahmad Araghchi, que foi condenado a oito anos de prisão, segundo Mizan Online, a agência da Autoridade Judicial.

Um terceiro acusado, Rassul Sajad, por sua vez adjunto de Araghchi, foi condenado a 13 anos de prisão por ter "participado de um tráfico ilegal de moedas e ter aceitado subornos".

Este caso teve um grande eco, porque é a primeira vez que um governador do Banco Central é condenado.

BCI NAVIGATION


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade