UAI
Publicidade

Estado de Minas WASHINGTON

Congresso dos EUA chega a um acordo para evitar default


07/10/2021 12:24

Senadores americanos alcançaram um acordo nesta quinta-feira (7) para evitar a suspensão de pagamentos, depois que os democratas aceitaram a oferta dos republicanos de aumentar o limite da dívida durante dois meses, anunciou Chuck Schumer, líder do Partido Democrata no Senado.

"Chegamos a um acordo para ampliar o teto da dívida até o início de dezembro e temos a esperança que possamos fazer isso hoje", afirmou Schumer.

O acordo, alcançado após dias de negociações entre democratas e republicanos, permitirá que a maior economia fuja do fantasma do default em 18 de outubro, data em que o Departamento do Tesouro americano estimava que o país ficaria sem liquidez.

Com este pacto, o país pode aumentar sua capacidade de endividamento. Essa quantidade máxima da dívida, administrada pelo Congresso, está fixada em pouco mais de 28 trilhões de dólares.

Os Estados Unidos - que como quase todas as grandes economias, financia o gasto público com créditos - já aumentaram esse "teto" várias vezes. Durante a presidência de Obama, os republicanos começaram a usar este processo legislativo de rotina como um instrumento de pressão política.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade