UAI
Publicidade

Estado de Minas PARIS

Cinco países europeus pedem abordagem comum para preços de energia


05/10/2021 17:30

Espanha, França, República Tcheca, Grécia e Romênia pediram nesta terça-feira (5) uma "abordagem comum" na Europa para moderar a alta dos preços da energia, devido ao aumento drástico nos últimos meses.

Diante de aumentos "consideráveis" nos preços do gás e da eletricidade, os países europeus devem estabelecer uma "caixa de ferramentas regulatórias" para coordenar as respostas nacionais, pedem esses cinco países em um comunicado conjunto.

Os ministros da Economia e Finanças da Zona Euro têm se reunido desde a segunda-feira em Luxemburgo para tratar do aumento dessas faturas.

"Devemos analisar o mercado de gás para entender por que os contratos atuais têm se mostrado insuficientes. Devemos estabelecer padrões comuns de armazenamento de gás para nivelar e atenuar a alta dos preços", destacam os ministros.

Quanto à eletricidade, "temos que reformar o mercado atacadista", afirmam. "Deve ser melhorado para estabelecer melhor a relação entre o preço pago pelo consumidor e o custo médio de produção de energia elétrica em cada mix (energético) nacional".

Os países da UE também devem se concentrar em diversificar seu suprimento de energia e "reduzir a dependência europeia dos países exportadores de gás o mais rápido possível", afirmam os cinco ministros.

Bruxelas anunciou em 22 de setembro que está disposta a validar "medidas temporárias" dos Estados da União Europeia em face da alta dos preços.

A Comissão publicará em breve um guia com ações em resposta a esta situação.

A questão também será abordada em uma cúpula de chefes de Estado e de governo da UE em 21 e 22 de outubro.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade