UAI
Publicidade

Estado de Minas KUALA LUMPUR

Malásia chama enviado chinês para protestar contra incursão no Mar da China Meridional


04/10/2021 20:51

A Malásia convocou para consultas o enviado de Pequim nesta segunda-feira (4), em protesto contra a incursão de embarcações chinesas em sua zona de exclusão econômica no disputado Mar da China Meridional.

Kuala Lumpur chamou o embaixador chinês, Ouyang Yujing, "para expressar a posição da Malásia e protestar contra a presença e atividades de navios chineses, incluindo um navio de avaliação, na zona de exclusão econômica da Malásia", disse o Ministério das Relações Exteriores em nota.

O país do Sudeste Asiático acusou a China de agir em desacordo com as leis locais e internacionais com a presença de suas embarcações perto da costa dos estados de Sabah e Sarawak, na ilha malaia de Borneo.

Esta é a segunda vez que a Malásia convoca o enviado de Pequim para se manifestar contra a atividade chinesa nas disputadas águas. Em junho, a Malásia enviou aviões de combate para interceptar 16 aeronaves militares chinesas que surgiram perto de Borneo sobre o Mar da China Meridional, onde os dois países reivindicam território. A Malásia acusou a China de violar sua soberania, enquanto Pequim afirmou que se tratava de um voo rotineiro de treinamento.

As relações sino-malaias costumam ser cordiais, mas têm sido afetadas por incidentes no Mar da China Meridional, onde há rotas de trânsito marítimo e acredita-se que existam grandes depósitos de gás e petróleo.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade