UAI
Publicidade

Estado de Minas PARIS

Irã levará menos tempo do que Biden para retornar às negociações nucleares


30/09/2021 15:55

O novo governo iraniano levará menos tempo para retornar às negociações nucleares em Viena do que o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, após assumir o cargo, afirmou o porta-voz da diplomacia iraniana em uma entrevista publicada nesta quinta-feira (30) no Le Monde.

"Duvido que tenhamos de esperar tanto tempo quanto o governo Biden, antes que nosso governo volte a fazer parte das negociações em Viena", disse Said Khatibzadeh, em entrevista ao jornal francês.

"Quando o presidente Biden chegou ao poder, quantos dias demorou para que os americanos voltassem às discussões?", questionou o porta-voz iraniano.

As negociações foram retomadas em 6 de abril, ou seja, 77 dias após a posse de Biden, em 20 de janeiro.

"Agora se passaram apenas 50 dias desde que o novo governo assumiu suas funções", lembrou Khatibzadeh, referindo-se à posse do novo presidente iraniano, o ultraconservador Ebrahim Raisi, em 5 de agosto.

O novo ministro das Relações Exteriores do Irã, Hosein Amir Abdollahian, disse em Nova York nesta sexta-feira que as negociações "seriam retomadas muito em breve", mas não especificou uma data.

Um alto funcionário iraniano disse em declarações não oficiais que isso poderia significar "alguns dias" ou "algumas semanas".

Firmado em Viena em 2015, o acordo nuclear iraniano suspendeu parte das sanções do Ocidente e da ONU ao Irã em troca da drástica redução de seu programa nuclear e de seu compromisso de não se equipar com uma bomba atômica.

No entanto, depois da retirada unilateral dos Estados Unidos por Donald Trump em 2018 Teerã também não cumpriu boa parte de suas obrigações.

As negociações em andamento em Viena, nas quais os americanos participam indiretamente, tentam fazer que Washington volte ao acordo nuclear e que Teerã respeite seus compromissos.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade