UAI
Publicidade

Estado de Minas HAIA

Famílias de vítimas de voo derrubado na Ucrânia pedem justiça à Rússia


06/09/2021 11:10

As famílias das 298 pessoas do voo MH17, que caiu em 2014 quando sobrevoava a Ucrânia, exigiram justiça à Rússia, durante o processo de quatro suspeitos julgados à revelia na Holanda nesta segunda-feira (6).

O Boeing 777 da companhia Malaysian Airlines, que partiu de Amsterdã rumo a Kuala Lumpur em 17 de julho de 2014, foi derrubado na área de conflito armado com os separatistas pró-russos no leste da Ucrânia. As 298 pessoas que viajavam a bordo morreram, incluindo 196 holandeses.

As famílias das vítimas contaram aos juízes que são incapazes de superar suas mortes enquanto os responsáveis não forem julgados.

A equipe internacional de investigadores, liderada pela Holanda, concluiu em 2018 que o avião foi derrubado por um míssil BUK da 53ª brigada antiaérea russa com sede em Kursk (sudoeste).

Holanda e Austrália acusam a Rússia da morte de seus cidadãos. Moscou nega ter algo a ver com isso e culpa Kiev.

Malaysia Airlines

BOEING


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade