Publicidade

Estado de Minas SAN FRANCISCO

Incêndio Dixie devasta cidade na Califórnia


05/08/2021 19:08 - atualizado 05/08/2021 19:14

Um enorme incêndio atingiu uma pequena cidade no norte da Califórnia, horas depois do pedido das autoridades para que os residentes abandonassem as suas casas imediatamente.

O centro de Greenville, uma comunidade no norte do estado, foi devastado pelas chamas depois que fortes ventos empurraram o incêndio Dixie naquela direção.

"Eu diria que a maior parte do centro de Greenville está completamente destruída", tuitou o fotógrafo Stuart Palley, mostrando imagens da devastação.

"Meu coração está partido por esta bela cidade", completou.

O incêndio Dizie carboniza bosques no norte da Califórnia desde meados de julho, mais uma consequência da crise climática provocada pelo calor sufocante e uma seca alarmante.

As autoridades já haviam emitido alertas aos residentes de Greenville e nas proximidades de Chester, onde ventos de até 56 atiçaram as chamas de Dixie, o maior incêndio ativo neste momento no estado.

As chamas têm crescido tanto que estão criando um microclima.

"Fizemos tudo o que podíamos", disse a jornalistas o porta-voz dos bombeiros da Califórnia, Mitch Matlow. "Às vezes não é suficiente", acrescentou.

Imagens da AFP mostravam postes da rede elétrica cedendo ao calor do incêndio e só algumas estruturas ainda estão de pé.

As chamas atingiram a cidade de 800 habitantes por volta das 16h locais (17h de Brasília) da quarta-feira, segundo Jake Cagle, do serviço florestal.

"O comportamento do incêndio é intenso. Não é algo com que estamos acostumados", disse ele em um vídeo postado na noite de quarta-feira.

Cagle acrescentou que os bombeiros enfrentaram a resistência de alguns moradores que se negavam a deixar o local, o que os obrigou a dedicar tempo e recursos a resgatar pessoas que estavam no caminho do fogo.

"Pessoas que não querem sair apontaram armas para os bombeiros", disse nesta quinta.

"Foi um dia difícil", acrescentou.

- "Explosivo" -

Cerca de cinco mil pessoas lutam para tentar conter o incêndio, que se tornou no sexto maior da história do estado, segundo o departamento de bombeiros da Califórnia.

Mas a baixa umidade e as condições locais favoreceram a propagação do fogo, que avança de forma "explosiva" em vários locais, segundo pessoas na linha de frente do combate às chamas.

O gabinete do xerife do condado de Plumas continuava emitindo ordens de evacuação nesta quinta-feira, alertando os moradores da cidade de Taylorsville que devem partir.

O condado de Lassen também instruiu os moradores de Westwood a deixarem a região.

Em meados de julho, a área queimada na Califórnia era de mais de 250% em relação a 2020, que por sua vez foi o pior ano da história moderna do estado.

Dixie reviveu as lembranças de Paradise, o incêndio mais mortal da Califórnia em sua história recente.

Então, linhas elétricas defeituosas desataram as chamas que varreram o norte da cidadezinha de Paradise em 2018, matando 86 pessoas. A Pacific Gas and Electric, a maior companhia elétrica da Califórnia, foi considerada responsável.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade