Publicidade

Estado de Minas KANO

Emissário enviado para pagar resgate de menores na Nigéria é feito refém


26/07/2021 13:04

O grupo que sequestrou 136 crianças de uma escola muçulmana no centro da Nigéria fez de refém o emissário enviado para pagar o resgate por esses menores - disse o diretor da escola à AFP, nesta segunda-feira (26).

Em 30 de maio, cerca de 200 homens chegaram em motocicletas na cidade de Tegina e sequestraram 136 alunos e professores da escola privada muçulmana Salihu Tanko, anunciaram as autoridades.

Uma dúzia dessas crianças, incluindo uma menina de 7 anos, conseguiu fugir em meados de junho, enquanto os sequestradores dormiam.

Na semana passada, pais e funcionários da escola enviaram um emissário para pagar o resgate de 30 milhões de nairas (US$ 73.000) exigido para libertar os demais.

"Os sequestradores ligaram e confirmaram que receberam o dinheiro, mas que não queriam libertar as crianças, porque o valor era muito baixo", relatou o diretor da escola, Abubakar Alhassan.

"Eles também garantiram que vão reter o emissário com as crianças até darmos mais dinheiro", acrescentou.

A pessoa feita refém foi identificada como Kassim Tegina, um homem de 60 anos que se ofereceu como voluntário para levar o dinheiro, embora seus filhos não estejam entre as vítimas.

É o penúltimo caso de sequestros em massa desse tipo na Nigéria, onde mais de 1.000 adolescentes e crianças foram sequestrados desde dezembro de 2020.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade