Publicidade

Estado de Minas MÉXICO

EUA e México prorrogam fechamento parcial da fronteira até 21 de agosto


21/07/2021 14:28

México e Estados Unidos vão prorrogar até 21 de agosto as restrições às passagens não essenciais em sua fronteira, para conter a propagação da covid-19, informou a chancelaria mexicana nesta quarta-feira (21).

"O governo dos Estados Unidos nos informou sobre a decisão de prorrogar o fechamento parcial da fronteira por mais um mês", anunciou a Secretaria de Relações Exteriores no Twitter.

As limitações ao trânsito terrestre entre Estados Unidos e México foram implementadas em 21 de março de 2020 como uma medida para conter a propagação do coronavírus.

Desde então, os dois países mantêm fechada a fronteira de mais de 3.000 km para o trânsito terrestre não essencial, como turistas ou eventuais visitantes, mas permite a passagem de mercadorias, trabalhadores e estudantes.

O governo mexicano planeja concluir a imunização da população de seus municípios vizinhos com os Estados Unidos para reabrir a fronteira. A chancelaria mexicana disse, no entanto, que as negociações com o país vizinho continuam.

"A aceleração da imunização contra a covid-19 na fronteira gera condições para avanlar um benefício mútuo", disse a dependência em seu tuíte.

O chanceler mexicano, Marcelo Ebrard, e o secretário de Segurança Nacional dos Estados Unidos, Alejandro Mayorkas, se reuniram em junho no México para acertarem as medidas que os dois países tomariam para reabrir sua fronteira terrestre.

Ebrard disse então que as datas para a reabertura dependiam dos níveis da vacinação contra a covid-19 nas cidades mexicanas que fazem fronteira com os Estados Unidos.

México, de 126 milhões de habitantes, iniciou seu programa de vacinação de todos os maiores de idade da área limítrofe em 17 de junho com doses da Johnson & Johnson doadas pelo governo americano.

Os Estados Unidos superam as 34,1 milhões de pessoas contagiadas e 609.000 mortes, enquanto o México registrou até terça-feira 2,6 milhões de casos confirmados e 236.810 de mortes por covid-19.

JOHNSON & JOHNSON


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade