Publicidade

Estado de Minas INTERNACIONAL

China rejeita acusação de que tenha usado Microsoft Exchange para ciberespionagem


20/07/2021 11:31

A China rejeitou nesta terça-feira (20) uma acusação de Washington e de países aliados de que Pequim seria a culpada pela invasão do sistema de e-mail Microsoft Exchange. O país asiático também se queixou de que entidades chinesas são vítimas de danos cibernéticos nos EUA.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do país asiático, Zhao Lijian, exigiu que Washington retirasse as acusações anunciadas nesta segunda-feira, 19, contra quatro cidadãos chineses que teriam trabalhado com o Ministério da Segurança do Estado para tentar roubar segredos comerciais, tecnologia e pesquisa de doenças dos EUA.

O anúncio de que o governo Biden e os aliados europeus culpam formalmente os hackers vinculados ao governo chinês por ataques de "ransomware" aumentou a pressão sobre as reclamações de longa data contra Pequim, mas não incluiu sanções.

"Os Estados Unidos se uniram a seus aliados para fazer acusações injustificadas contra a cibersegurança chinesa", disse o porta-voz. "Isso foi feito do nada e confundiu o certo e o errado. É puramente uma difamação e supressão com motivos políticos." "A China nunca aceitará isso", acrescentou Zhao, embora ele não tenha dado nenhuma indicação de possível retaliação.

A China é líder em pesquisas de guerra cibernética junto com os Estados Unidos e a Rússia, mas Pequim nega as acusações de que hackers chineses roubam segredos comerciais e de tecnologia. Fonte: Associated Press.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade