Publicidade

Estado de Minas WASHINGTON

EUA acusa quatro iranianos de conspirar para realizar sequestro


13/07/2021 21:52

Quatro cidadãos iranianos foram acusados nesta terça-feira (13) de conspirar para sequestrar uma pessoa em Nova York, de acordo com o Departamento de Justiça (DOJ) dos Estados Unidos.

A vítima seria a jornalista e ativista americana Masih Alinejad, de ascendência iraniana, uma crítica declarada do governo de Teerã. Apesar de não ser citada nominalmente pelo DOJ, ela pareceu confirmar no Twitter que era o alvo do suposto complô.

Alinejad também é a fundadora do movimento My Stealthy Freedom, que incentiva as mulheres a deixarem de usar hijab.

Os quatro homens citados na acusação são um funcionário da inteligência iraniana e três indivíduos que trabalham sob suas ordens, e todos vivem no Irã, segundo um comunicado do Departamento de Justiça.

Um quinto possível conspirador na Califórnia foi acusado de financiar a suposta operação.

De acordo com o DOJ, os iranianos primeiro tentaram atrair o alvo do sequestro, a quem chamam de Vítima-1, a um terceiro país para detê-la e, em seguida, levá-la ao Irã e prendê-la.

Eles monitoraram a vítima e outras pessoas que moravam com ela, no Brooklyn, Nova York, "em várias ocasiões em 2020 e 2021", acrescentou. Um dos homens chegou a pesquisar maneiras de levar a Vítima-1 dos Estados Unidos para o Irã.

"Toda pessoa nos Estados Unidos deve estar livre de assédio, ameaças e danos físicos por parte de potências estrangeiras", disse o procurador-geral em exercício, Mark Lesko, no comunicado.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade