UAI
Publicidade

Estado de Minas LONDRES

Opep+ retoma reunião sobre produção de petróleo


02/07/2021 17:01

Os membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e seus aliados retomaram nesta sexta-feira (2) a reunião ministerial sobre as cotas de produção de agosto, adiada na véspera por falta de acordo.

Os países produtores retomaram as negociações com duas horas de atraso, por volta de 12H00 no horário de Brasília.

A Opep é formada por treze países liderados pela Arábia Saudita, aos quais se unem dez aliados em uma reunião ampliada, liderados pela Rússia. Juntos, formam desde 2016 a aliança conhecida como Opep+.

O bloqueio de quinta-feira foi aparentemente desencadeado por uma "objeção de última hora dos Emirados Árabes Unidos a um acordo concluído no início do dia entre a Rússia e a Arábia Saudita", revelaram analistas do Deutsche Bank.

Segundo Eugen Weinberg, do Commerzbank, Abu Dhabi quer aumentar seu volume de produção de referência a partir do qual sua cota é calculada porque "agora tem uma capacidade maior".

A aliança deve estabelecer o nível de sua produção total a partir de agosto.

A agência financeira Bloomberg, citando fonte anônima, adiantou nesta quinta-feira a devolução de um volume de dois milhões de barris por dia até o final de 2021, a uma taxa de 400 mil barris por dia a cada mês. Essa opção não foi aprovada.

A estratégia faz parte da continuidade da política do cartel desde maio: reabrir a torneira do petróleo aos poucos, depois de fechá-la no início da pandemia devido à baixíssima demanda.

DEUTSCHE BANK

COMMERZBANK


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade