Publicidade

Estado de Minas Femincídio

Homem é acusado de assassinar namorada brasileira na Guiana

O suspeito foi preso no sudeste da França e levado para a Guiana. A identidade da brasileira de 23 anos não foi revelada


05/06/2021 09:16 - atualizado 05/06/2021 09:32

Parte do mapa da América do Sul, com a localização da Guiana(foto: Wikimedia Commons)
Parte do mapa da América do Sul, com a localização da Guiana (foto: Wikimedia Commons)
Um homem de 34 anos foi preso e acusado pelo assassinato de sua namorada, uma brasileira de 23 anos, em 2020 na Guiana, território francês na fronteira com o Brasil, informaram fontes judiciais.

O suspeito foi preso em 31 de maio em sua casa no sudeste da França e transferido para a Guiana na sexta-feira (4), informou à AFP o promotor da Guiana.

A vítima foi encontrada morta em uma enseada em Cacau, a cerca de 50 quilômetros de Cayena, a principal cidade, em 15 de maio de 2020. Os médicos legistas disseram que ela teria sido morta asfixiada.

Durante sua detenção, o acusado disse que sua namorada tinha "graves ataques de ciúme e que o ameaçou com uma faca em 14 de maio de 2020".

O suspeito explicou que tapou sua boca com a mão "para que ela não gritasse e que depois desmaiou e percebeu que não respirava".

O homem quis se livrar do corpo e queimá-lo, mas não conseguiu. A necrópsia determinou que a vítima estava grávida de seis a oito semanas.

Em maio de 2015, este francês já era considerado suspeito da morte de outra jovem brasileira, assassinada por asfixia e cujo corpo foi encontrado carbonizado. O caso foi reaberto devido aos fatos ocorridos no ano passado e por ainda não ter prescrito, segundo o promotor.

Segundo a organização "Féminicides par compagnons ou ex" (Feminicídios por companheiros ou ex), pelo menos 49 mulheres foram assassinadas na França desde o início do ano. Em 2020, foram registrados 90 crimes desse tipo, segundo dados do Ministério do Interior, contra 146 em 2019


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade