Publicidade

Estado de Minas COPENHAGA

Dinamarca luta para retomar vacinas da J&J e AstraZeneca


31/05/2021 14:25

O governo dinamarquês solicitou nesta segunda-feira (31) à autoridade sanitária que reconsidere o abandono das vacinas anticovid da Johnson & Johnson e AstraZeneca, depois do objetivo da vacinação completa ser adiado para setembro.

Por causa de problemas de entrega do laboratório americano Moderna à Europa, a Dinamarca teve que atrasar seu objetivo de vacinação completa em duas semanas, e o governo perguntou à autoridade sanitária se esses novos dados não justificam o uso dessas duas vacinas suspensas há várias semanas.

"Neste contexto, agora solicitamos à autoridade sanitária, Sundhedsstyrelsen, que reconsidere sua decisão de suspendê-las, para saber se este novo atraso muda um pouco sua decisão", afirmou o ministro da Saúde dinamarquês, Magnus Heunicke, entrevistado pela televisão pública DR.

A autoridade, cuja decisão é vinculante para o governo, retirou pela primeira vez a vacina da AstraZeneca em meados de abril, devido aos efeitos colaterais raros, mas graves.

No início de maio, tomou a mesma decisão com a da Johnson & Johnson, comercializada na Europa sob a marca Janssen.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade