Publicidade

Estado de Minas MÉXICO

OEA expressa preocupação por violência na campanha eleitoral mexicana


26/05/2021 18:37

A missão de observadores estrangeiros da Organização de Estados Americanos (OEA) expressou nesta quarta-feira (26) uma "profunda preocupação" pela violência na campanha eleitoral no México e lamentou a perda de vidas.

"A missão manifesta sua profunda preocupação pelos incidentes de violência que aconteceram nas distintas partes do país no contexto do processo eleitoral e lamenta a perda de vidas humanas", declarou o grupo diplomático em um comunicado.

Em 6 de junho, os mexicanos elegerão os 500 integrantes da Câmara dos Deputados federal, 15 dos 32 governadores e mais de 20.000 vereadores.

Pelo menos 14 candidatos que disputam essas eleições foram assassinados, de acordo com números do governo mexicano.

A consultoria privada Etellekt, porém, garante que entre candidatos e pré-candidatos o número real é de 34 vítimas fatais, de um total de 88 políticos assassinados desde o início do processo eleitoral, em setembro do ano passado.

"A missão faz um apelo a todos os setores políticos para erradicar o discurso violento e a retórica agressiva como recursos de debate político. A violência não tem lugar na democracia", completou o grupo, liderado pelo argentino Santiago Cantón, ex-secretário executivo da Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH).

A missão de visitantes estrangeiros da OEA chega ao México nesta quarta-feira, após reunir-se virtualmente desde 10 de maio com representantes do governo do presidente Andrés Manuel López Obrador, da autoridade eleitoral nacional, INE, e do tribunal eleitoral.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade