Publicidade

Estado de Minas TREM DE ALTA VELOCIDADE

Japão: maquinista vai ao banheiro, trem atrasa 1min e investigação é aberta

Maquinista teve dor de barriga e entregou o comando do Shinkansen a um funcionário não qualificado. Trem atrasou um minuto, o que chamou a atenção de todos


21/05/2021 06:53 - atualizado 21/05/2021 09:51

(foto: AFP / Charly TRIBALLEAU)
(foto: AFP / Charly TRIBALLEAU)
O maquinista de um trem japonês de alta velocidade passou o comando do comboio, no meio da viagem, para um funcionário não qualificado para poder ir com urgência ao banheiro - informou a companhia ferroviária.

O caso poderia ter passado despercebido, mas o trem chegou com um minuto de atraso, o que imediatamente ativou uma investigação no país, famoso por sua pontualidade.

O maquinista do Shinkansen admitiu que abandonou o posto, por estar com dor de barriga. Para poder ir ao banheiro, passou os controles do trem, com 160 passageiros a bordo, para um cobrador.

Ele se ausentou por três minutos, quando o trem circulava a 150

Os Shinkansen estão altamente protegidos pelo sistema informatizado e centralizado de comando, e o maquinista deve permanecer em seu posto para administrar situações inesperadas, disse um porta-voz à AFP.

Quando os maquinistas precisam ir urgentemente ao banheiro, enquanto estão no comando do trem, devem se coordenar com o centro de comando para passar o controle para outro profissional qualificado. Outra opção é parar o trem, na metade da via, ou na estação mais próxima, antes de atender suas necessidades.

Aparentemente, a ausência do maquinista fez o trem chegar com um minuto de atraso a seu destino.

Nesta quinta-feira, em entrevista coletiva, a direção da empresa pediu desculpas e garantiu que o motorista será responsabilizado por seus atos.

O maquinista se defendeu, afirmando que não quis provocar nenhum atraso e que "não informou [a situação] por vergonha".


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade