Publicidade

Estado de Minas TÓQUIO

Economia japonesa ten contração de 1,3% devido à pandemia


18/05/2021 00:09

A economia do Japão sofreu uma contração de 1,3% no primeiro trimestre do ano, depois que o governo voltou a impor restrições às principais cidades para conter um novo surto de coronavírus, de acordo com dados divulgados nesta terça-feira (18).

A queda veio depois que a terceira maior economia do mundo cresceu dois trimestres consecutivos, até dezembro, mas a expansão foi desacelerada por um aumento nas infecções de covid-19.

O governo declarou estado de emergência em várias cidades em janeiro, instando as pessoas a ficarem em casa, o que afetou o consumo e o crescimento, apesar da relativa força do setor manufatureiro.

"O consumo pessoal foi atingido de maneira especialmente dura pelas medidas de emergência contra a covid-19", explicou Naoya Oshikubo, economista da SuMi TRUST, em uma análise anterior à divulgação dos dados oficiais.

O especialista acrescentou que é esperada uma recuperação no investimento de capital privado, uma vez que a indústria manufatureira continua forte.

Economistas alertam que a desaceleração pode continuar, já que o governo impôs este mês um terceiro estado de emergência em várias partes do país, incluindo nos motores econômicos de Tóquio e Osaka.

O cenário sofreu complicações devido ao processo de vacinação relativamente lento no Japão, informou Marcel Thieliant, economista para o Japão da Capital Economics.

"Com o agravamento da situação médica e a lenta aplicação de vacinas, vai demorar até o final do ano para que a economia volte ao nível pré-viral", continuou Thieliant em nota.

O Japão sediará os Jogos Olímpicos de 23 de julho a 8 de agosto, embora a maioria da população se oponha à realização do evento esportivo devido à situação sanitária.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade