Publicidade

Estado de Minas WASHINGTON

Acusados pela morte de corredor negro se declaram inocentes nos EUA


11/05/2021 21:32

Os três homens brancos envolvidos na morte do corredor negro Ahmaud Arbery se declararam inocentes nesta terça-feira das acusações federais de crime racial.

Gregory McMichael, 65, seu filho Travis, 35, e William Bryan, 51, compareceram pela primeira vez ante um juiz federal, que lhes detalhou as acusações apresentadas contra eles há duas semanas pela Justiça americana.

"Não existe nada na acusação que identifique um crime racial", afirmaram seus advogados ao "Atlanta Constitution Journal". O julgamento deve começar em outubro.

Arbery, 25, foi morto a tiros em fevereiro de 2020, quando praticava corrida em Brunswick, Geórgia. Os três acusados o perseguiram e atiraram, alegando terem confundido a vítima com um ladrão atuante naquela região.

Por mais de dois meses, a polícia local não fez nenhuma prisao relacionada ao caso. Após a divulgação nas redes sociais de um vídeo do ataque, autoridades começaram a investigar o caso, há um ano.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade