Publicidade

Estado de Minas OTTAWA

Comitê de proteção da privacidade abre investigação sobre Pornhub no Canadá


10/05/2021 20:27

O comissário canadense de proteção da privacidade anunciou nesta segunda-feira que está investigando o site de pornografia Pornhub, devido a vídeos que teriam sido publicados sem o consentimento das pessoas filmadas.

Daniel Therrien, que responde ao Parlamento, revelou essa informação aos legisladores do comitê permanente de proteção da privacidade e da ética, que deve apresentar um relatório sobre a proteção da vida privada e reputação em plataformas como o Pornhub, cuja matriz, MindGeek, tem sede em Montreal.

Procurado pela AFP, o comissário não deu detalhes sobre a investigação. O comitê ouviu depoimentos de mulheres que afirmaram que o site teria ignorado seus pedidos para retirar os vídeos do ar.

Um dos sites de pornografia mais populares do mundo, o Pornhub está no centro da polêmica desde que o jornal "New York Times" publicou um artigo, em dezembro passado, afirmando que a plataforma oferecia conteúdo ilícito. O site negou a acusação e anunciou uma série de medidas para lutar contra conteúdos ilegais.

Questionado sobre o tema, o governo canadense anunciou no fim de 2020 que apresentaria um projeto de lei para obrigar essas plataformas de internet a remover qualquer conteúdo ilegal. Em março passado, 104 vítimas e 525 ONGs de 65 países escreveram uma carta aos deputados canadenses pedindo a Ottawa que abra uma investigação penal contra a MindGeek.

MASTERCARD

VISA

THE NEW YORK TIMES COMPANY


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade