Publicidade

Estado de Minas WASHINGTON

ONU, UE, EUA e Rússia expressam "profunda preocupação" com violência em Jerusalém


08/05/2021 20:06

Membros do Quarteto do Oriente Médio (ONU, UE, Estados Unidos e Rússia) expressaram "profunda preocupação" com a violência em Jerusalém neste sábado (8), horas depois que mais de 200 pessoas ficaram feridas em confrontos.

Os enviados do grupo "expressam sua profunda preocupação com os confrontos diários em Jerusalém Oriental, em particular os confrontos entre palestinos e forças de segurança israelenses", declarou o quarteto em um comunicado.

"Estamos alarmados com as declarações provocativas de alguns grupos políticos, bem como o lançamento de foguetes e de balões incendiários de Gaza para Israel, e os ataques a fazendas palestinas na Cisjordânia."

"Os enviados notaram com séria preocupação os possíveis despejos de famílias palestinas das casas em que viveram por gerações e expressaram sua oposição a ações unilaterais, que só agravarão o ambiente já tenso."

"Pedimos às autoridades israelenses que exerçam contenção e evitem medidas que agravem ainda mais a situação durante este período de dias santos muçulmanos."

Apesar dos apelos internacionais, a violência continuou no sábado. Dezenas de pessoas foram feridas pela polícia israelense, que disparou canhões de água e balas de borracha para dispersar os manifestantes palestinos em Jerusalém Oriental.

O grupo está mais ativo desde que Joe Biden assumiu a presidência dos Estados Unidos em janeiro, após permanecer inativo durante o governo de Donald Trump, acusado pelos palestinos de favorecer Israel.

Os membros do quarteto reiteraram o "compromisso do grupo com uma solução negociada entre dois Estados".


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade