Publicidade

Estado de Minas KINSHASA

RDC declara fim da 12ª epidemia de ebola


03/05/2021 10:18

A República Democrática do Congo declarou oficialmente nesta segunda-feira (3) o fim da 12ª epidemia do vírus ebola, quase três meses após seu "ressurgimento" em Kivu do Norte, graças ao uso de uma vacina, informou o ministro da Saúde.

No total, foram registrados 12 casos, com seis mortes, e centenas de pessoas foram vacinadas desde que o surto reapareceu em 7 de fevereiro na província de Kivu do Norte (leste do país), disse o novo ministro da Saúde congolês, Jean-Jacques Mbungani.

A vacina rVSV-ZEBOV, fabricada pelo laboratório americano Merck Sharpe and Dohme (MSD), foi usada para prevenir a propagação desta décima segunda epidemia, disse o ministro.

A epidemia reapareceu em Butembo, área atingida entre agosto de 2018 e junho de 2020 pelo maior surto de febre hemorrágica ebola da história da RDC, causando 3.470 infecções e 2.287 mortes.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) elevou o surto anterior no leste a uma emergência sanitária internacional, temendo sua propagação.

O vírus do ebola foi identificado em 1976 por Peter Piot e uma equipe internacional que incluía o professor congolês Muyembe.

É transmitido aos humanos por meio de animais infectados.

A transmissão entre humanos ocorre por meio de fluidos corporais e os principais sintomas são febre, vômito, hemorragia e diarreia.

A maior epidemia de febre hemorrágica afetou a África Ocidental entre 2013 e 2016, com 11.000 mortes.

A RDC também enfrenta a epidemia de covid-19 desde março de 2019, com 29.965 casos e 768 mortes.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade