Publicidade

Estado de Minas KIEV

Ucrânia expulsa outro diplomata russo


27/04/2021 10:10

A Ucrânia anunciou nesta terça-feira (27) que declarou um cônsul russo "persona non grata" em represália a uma decisão semelhante de Moscou, em meio a tensões crescentes e expulsões semelhantes entre a Rússia e países ocidentais.

Este diplomata baseado em Odessa (sul) deve deixar a Ucrânia o mais tardar na sexta-feira, disse o porta-voz da diplomacia ucraniana, Oleg Nikolenko, em um comunicado.

A Rússia declarou na véspera "persona non grata" um diplomata ucraniano, a quem ordenou que deixasse o país antes de sexta-feira, explicando que a medida respondia ao anúncio da expulsão, em 19 de abril, de um diplomata russo em Kiev.

Nesta terça-feira, Nikolenko estimou que a expulsão faz parte de "uma campanha anti-ucraniana na Rússia" e representa um "novo ato hostil" de Moscou.

A Rússia também expulsou recentemente um cônsul ucraniano em São Petersburgo, que foi brevemente detido em 17 de abril sob a acusação de tentar obter informações secretas.

As novas expulsões ocorrem dias depois de Moscou anunciar a retirada de suas tropas que realizam exercícios na península da Crimeia, anexada pela Rússia em 2014, e perto da fronteira com a Ucrânia.

Vários países ocidentais também expulsaram diplomatas russos nas últimas semanas, em um contexto de acusações de espionagem, ciberataques ou interferência eleitoral. Moscou respondeu às expulsões com medidas semelhantes.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade