Publicidade

Estado de Minas RIO DE JANEIRO

O 'rei' Roberto Carlos faz 80 anos confinado em meio à pandemia


19/04/2021 15:37

Confinado em casa para se proteger do coronavírus, o cantor Roberto Carlos completa 80 anos nesta segunda-feira (19) se sentindo mais jovem e cheio de sonhos, afirma.

Um filme sobre sua vida, shows no Brasil, turnês internacionais e o lançamento da trilha sonora da próxima novela da TV Globo: os planos do "rei" o mantêm longe da aposentadoria.

"Eu sou, aos 80 anos, o mesmo de sempre e chegar aos 80 anos não me assusta porque isso vem acontecendo gradativamente. O importante é que eu me sinto bem e me sinto com menos idade do que a que tenho. Sou um cara com muitos sonhos aos 80 anos", disse em entrevista divulgada por sua equipe de imprensa na véspera de seu aniversário.

"Sinto falta de tudo isso, do palco, das luzes, e principalmente da plateia, estar de frente pro público em contato direto com as pessoas, dos sorrisos, dos olhares e desse carinho e desse amor que eu recebo nesse momento que eu estou no palco. Sinto falta sim, mas isso vai passar e daqui a pouco a gente está de volta", acrescentou a artista.

Com mais de 140 milhões de discos, o artista atravessou fronteiras com sucessos como "Cama e Mesa", "Eu Quero Apenas", "Jesus Cristo", "O Côncavo e o Convexo" e "Detalhes".

O cantor, que costuma olhar da varanda de seu apartamento no bairro nobre da Urca, no Rio de Janeiro, para cumprimentar seus admiradores em seu aniversário, desta vez pediu para não irem à sua porta, para evitar multidões.

"Defendo, de verdade, a ciência. A ciência é que realmente pode orientar o povo, o que deve ser feito em relação a vacina, a importância da vacina. Defendo a ciência e tudo que alguém diz em nome da ciência", acrescentou o cantor, em um país com mais de 370.000 mortos pelo vírus e onde o negacionismo frente a doença é comum, até entre as autoridades.

- TOC agravado pela pandemia -

A pandemia, admite, intensificou alguns comportamentos do transtorno obsessivo-compulsivo (TOC), contra o qual luta há anos: "Do conjunto de coisas que tenho do TOC uma delas é a higienização, lavar as mãos, essa coisa toda, e isso logicamente ficou mais rigoroso" durante a pandemia.

"Não estou curado do TOC totalmente não, ainda tem muita coisa, estou tentando, estou lutando", admitiu.

A pandemia o obrigou a cancelar shows no ano passado, inclusive o clássico especial de fim de ano da TV Globo, que desde sua primeira edição, em 1974, só foi interrompido uma vez, em 1999, depois da morte de sua terceira esposa e grande amor de sua vida, Maria Rita Simões, vítima de câncer, aos 38 anos.

Seus projetos para 2022 incluem o início das filmagens de um longa sobre sua vida, dirigido por Breno Silveira, além de uma turnê pelo México em fevereiro, uma nos Estados Unidos em abril e outra na Europa no meio do ano.

E para seu aniversário de 81 anos planeja um show em Cachoeiro de Itapemirim, pequeno município capixaba onde nasceu em 1941.

- Música feita sob medida -

Roberto Carlos mudou-se para o Rio de Janeiro no final dos anos 50, muito jovem, sem contatos e com uma perna protética da qual até hoje nunca fala sobre em público.

Tentou abrir um espaço no ambiente da bossa nova, que borbulhava na época entre o samba e o jazz, e liderou a "Jovem Guarda" dos anos 60.

Mas foi no gênero romântico que se firmou como "rei" nos anos 1970 e com o qual conquistou também o mercado de língua espanhola.

Em mais de 60 anos de carreira, alcançou um patamar sem precedentes para um artista brasileiro: ganhou um Grammy em 1988 como melhor intérprete pop latino e outras quatro estatuetas da edição latina, além do prêmio de Excelência Musical recebido em 2004 pela Academia Latina da Gravação e o Prêmio Grammy Latino de 2015, de Personalidade do Ano.

Mas, além de cantar sobre o amor e as mulheres, Roberto Carlos explorou temas existenciais e espirituais, tornando-se para os brasileiros o "imbatível cronista do coração brasileiro", segundo o jornal O Globo deste domingo.

"Todo mundo tem uma música do Roberto Carlos que parece feita sob medida", resumiu o jornal.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade