Publicidade

Estado de Minas MOSCOU

Putin e Merkel 'preocupados' com tensões no leste da Ucrânia


08/04/2021 11:16 - atualizado 08/04/2021 11:19

O presidente russo e a chanceler alemã "expressaram sua preocupação com a escalada de tensões" no conflito do leste da Ucrânia, informou o Kremlin em um comunicado nesta quinta-feira (8) após uma conversa telefônica.

Vladimir Putin insistiu para Angela Merkel que Kiev é responsável "pelas provocações que promoveu recentemente para agravar deliberadamente a situação na linha de contato".

Ucranianos e ocidentais acusam os separatistas pró-russos e Moscou de provocar confrontos e tensões.

A chanceler alemã Angela Merkel pediu à Rússia que reduza sua presença militar na fronteira com a Ucrânia.

Segundo o Kremlin, os dois líderes pedem "moderação e a ativação do processo de negociação", enquanto as negociações de paz entre Ucrânia e Rússia, com mediação franco-alemã, estão paralisadas.

A última cúpula aconteceu em dezembro de 2019 e desde então não houve avanços concretos na frente política e não há previsão de novas reuniões.

A conversa entre Putin e Merkel ocorre enquanto Kiev e seus aliados ocidentais acusam Moscou de concentrar tropas na fronteira e os separatistas de provocar incidentes quase diariamente.

Os dois líderes falaram também de outros assuntos, como o destino do opositor russo preso Alexei Navalny, o conflito na Síria e a situação na Líbia.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade