Publicidade

Estado de Minas GAZA

Gaza registra pico de contágios por coronavírus


31/03/2021 07:14

A Faixa de Gaza registrou mais de mil novos casos de contágio por coronavírus em 24 horas, um dos números mais altos no território palestino desde o início da pandemia - informou o Ministério da Saúde local, nesta quarta-feira (31).

Nas últimas 24 horas, foram registrados 1.061 casos, segundo um comunicado do Ministério, que sinalizou a presença da variante britânica.

Em meados de março, as autoridades do Hamas, o movimento islâmico armado que governa Gaza, haviam informado a ocorrência de apenas algumas centenas de novos casos por dia.

"A situação epidemiológica na Faixa de Gaza é perigosa, e há um claro aumento do número de pacientes internados em hospitais", advertiu Majdi Dahir, um funcionário do Ministério da Saúde.

No sábado, o Hamas restabeleceu o toque de recolher noturno das 21h às 5h de sábado, na tentativa de limitar a circulação do vírus no enclave. Desde o início da pandemia, o território contabiliza 65.500 casos e mais de 610 mortos.

As primeiras vacinas contra o coronavírus chegaram em meados de fevereiro. Até agora, cerca de 20.600 pessoas - em uma população de dois milhões - receberam pelo menos uma dose da vacina, segundo o Ministério da Saúde.

Na Cisjordânia ocupada, a Autoridade Palestina recebeu 25 mil doses da vacina da AstraZeneca na terça-feira.

Este é o primeiro lote de vacinas comprado pelo governo palestino. As outras doses recebidas até o momento foram doações, disse o Ministério da Saúde palestino em um comunicado divulgado nesta quarta.

Na segunda-feira (29), a Autoridade Palestina recebeu 100.000 doses da vacina chinesa da Sinopharm. Em meados de março, já havia recebido 60.000 doses pelo mecanismo Covax, voltado para regiões mais desfavorecidas. Desta, 20.000 foram enviadas para Gaza.

ASTRAZENECA


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade