Publicidade

Estado de Minas MOSCOU

Rússia e China não usam vacinas como "ferramenta de influência", afirma o Kremlin


26/03/2021 08:56

Rússia e China não usam suas vacinas como uma "ferramenta de influência" no âmbito internacional, afirmou nesta sexta-feira o Kremlin, uma reação a acusações recentes dos países ocidentais.

"Não concordamos em absoluto (com as acusações) que dizem que Rússia e China usam a pandemia do coronavírus e os problemas com as vacinas como ferramentas de influência", disse Dmitri Peskov, porta-voz da presidência russa.

"Não estamos em absoluto de acordo", insistiu, a respeito das acusações de que "Rússia e China travam uma guerra".

Na quinta-feira, durante uma reunião de cúpula europeia, o presidente francês, Emmanuel Macron, afirmou que o mundo estava diante de uma "guerra mundial de novo tipo" e ante "os ataques e desejos de desestabilização - russos e chineses - de influência pela vacina".

Nesta sexta-feira, o ministro das Relações Exteriores da França, Jean-Yves Le Drian, acusou Moscou de transformar a vacina Sputnik V contra o coronavírus em uma ferramenta de "propaganda".


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade