Publicidade

Estado de Minas YANGON

Sede do partido de Aung San Suu Kyi é alvo de ataque com bomba incendiária


26/03/2021 06:10

A sede do partido da destituída chefe de Governo civil de Mianmar, Aung San Suu Kyi, sofreu um incêndio depois de ser atingida por um coquetel molotov, anunciou uma integrante da formação.

Mianmar enfrenta uma grave crise desde que a vencedora do Nobel da Paz em 1991 foi derrubada por um golpe militar em 1º de fevereiro.

Desde o golpe, alguns deputados da Liga Nacional para a Democracia (LND), partido de Suu Kyi, vivem na clandestinidade e os escritórios do partido em Yangon estão ocupados por trabalhadores.

Nesta sexta-feira, a sede sofreu um pequeno incêndio depois que um homem jogou um coquetel molotov durante a madrugada no local.

Os moradores das proximidades chamaram os bombeiros e o incêndio foi controlado, afirmou à AFP Soe Win, membro da LND responsável pela sede.

"Parece que alguém jogou um coquetel molotov contra a sede", declarou.

A única entrada do edifício foi afetada e o partido ainda avalia os danos.

"Vamos apresentar uma denúncia à polícia", afirmou Soe Win.

A sede da LND era um dos locais favoritos dos manifestantes durante as primeiras semanas após o golpe de Estado.

Nesta sexta-feira, um pequeno grupo de manifestantes protestou no centro de Yangon e pediu a libertação dos líderes do partido.

Um grupo de defesa dos presos políticos anunciou um balanço de 320 mortes na repressão desde o golpe, mas junta militar cita 164 vítimas fatais.

Alguns deputados da LND formaram um grupo denominado Comitê Representante Pyidaungse Hluttaw (CRPH) - Parlamento em birmanês - para trabalhar na clandestinidade em oposição ao regime militar.

A junta declarou que qualquer associação com o CRPH será considerada 'alta traição' e indiciou alguns de seus integrantes mais importantes, que vivem escondidos.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade