Publicidade

Estado de Minas WASHINGTON

EUA tem menos de 700 mil novos pedidos de seguro-desemprego pela primeira vez na pandemia


25/03/2021 10:44 - atualizado 25/03/2021 10:50

Os novos pedidos de seguro-desemprego caíram mais que o previsto na semana passada nos Estados Unidos, estabelecendo-se abaixo dos 700.000 pela primeira vez na pandemia, segundo dados publicados nesta quinta-feira (25) pelo Departamento do Trabalho.

Entre 14 e 20 de março, foram registrados 684.000 pedidos, um número menor que os 710.000 estimados pelos analistas.

No entanto, o mercado de trabalho está longe de se recuperar e a pandemia de covid-19 continua afetando essa recuperação.

O Departamento do Trabalho revisou em alta os números da semana anterior, até 781.000 novos pedidos.

"Isso parece uma correção após o inesperado aumento dos pedidos (de seguro-desemprego) anunciado na semana passada", comentou em nota o economista-chefe da Pantheon Macroeconomics, Ian Shepherdson.

"A ligeira tendência de queda registrada desde o final de janeiro está intacta", acrescentou ele, apontando que este nível de pedidos continua acima do máximo de 655.000 registrado após a crise financeira de 2008.

Shepherdson acredita que isso provavelmente reflete o fato de alguns setores de serviço continuarem tendo dificuldades.

"Nós assumimos que toda semana as empresas demitem mais ou jogam a toalha, incapazes de resistir até que a economia reabra (totalmente)", explicou.

Os economistas, no entanto, esperam uma forte queda dos novos pedidos de seguro-desemprego assim que a economia se reabrir completamente, o que provavelmente acontecerá no segundo trimestre.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade