Publicidade

Estado de Minas ASUNCIÓN

Paraguai estende toque de recolher devido ao aumento de casos de covid-19


15/03/2021 18:13

O governo paraguaio decidiu reforçar as restrições à circulação noturna e suspender as aulas em 24 cidades declaradas como zona vermelha devido ao aumento das infecções por covid-19, que causou o colapso do sistema de saúde.

A restrição à livre circulação de pessoas permanecerá em vigor de 18 de março a 4 de abril entre as 20h00 e as 17h00 locais, quatro horas a mais do que a proibição atual.

"São 24 cidades declaradas como zona vermelha e onde várias medidas de isolamento devem ser cumpridas", anunciou aos jornalistas o ministro da Saúde, Júlio Borba.

"As projeções de contágio não são boas. Os casos quadruplicaram. O sistema hospitalar está em colapso. Vamos analisar se ordenaremos outras restrições na Semana Santa", disse.

No entanto, foi decidida uma exceção para o setor gastronômico, de forma que os restaurantes poderão ficar abertos até a meia-noite. Os clientes poderão circular até uma hora depois, desde que carreguem seu recibo como comprovante.

Com 7 milhões de habitantes, o Paraguai acumula 180.014 casos e um total de 3.476 mortes desde o registro da primeira infecção por coronavírus um ano atrás. Atualmente, o número médio de infecções é de 2.000 por dia.

As aulas presenciais nas escolas e universidades também serão suspensas até 4 de abril.

Há poucos dias, a escassez de medicamentos básicos para terapia intensiva, a falta de vacinas e as denúncias de corrupção geraram diversas mobilizações de cidadãos que exigiam a renúncia do presidente Mário Abdo.

A oposição, minoria no Congresso, planeja apresentar esta semana um pedido de impeachment contra o presidente.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade