Publicidade

Estado de Minas HONG KONG

Ser patriota em Hong Kong é ser leal ao partido, diz funcionário chinês


09/03/2021 07:44

A lealdade ao Partido Comunista Chinês será um critério crucial para determinar se um morador de Hong Kong pode ser considerado um "patriota" - disse nesta terça-feira (9) um funcionário de alto escalão do governo chinês, no momento em que Pequim elabora uma reforma eleitoral para selecionar os candidatos no território.

A China silenciou a dissidência em Hong Kong após a enorme mobilização pró-democracia que abalou o território durante vários meses em 2019.

A reforma permitirá excluir os candidatos da oposição de Hong Kong que são a favor da democracia, uma medida que Pequim considera necessária para restaurar a estabilidade do centro financeiro.

Já os opositores do regime comunista a veem como a pá de cal na democracia em Hong Kong.

Nesta quinta-feira (11), a Assembleia Popular Nacional, reunida em Pequim, deve votar a reforma para dar um possível mandato a seu Comitê Permanente para que prepare um projeto de lei.

Enquanto Hong Kong espera os detalhes desse projeto, um alto funcionário chinês foi perguntado sobre o significado do patriotismo e se isso significa ser leal ao Partido Comunista, como na China continental.

"Quando falamos de patriotismo, não falamos de amar uma China cultural, ou histórica, mas de amar a atual República Popular da China dirigida pelo Partido Comunista Chinês", respondeu Song Ru'an, comissário adjunto do Ministério chinês das Relações Exteriores em Hong Kong, em uma entrevista coletiva.

"Os patriotas devem respeitar o Partido Comunista Chinês", frisou, acrescentando que "examinaremos se os candidatos cumprem estes critérios".

A reforma eleitoral se chama "Apenas os patriotas podem governar Hong Kong".

Esta expressão foi usada em 1984 pelo então líder chinês Deng Xiaoping para tranquilizar a população de Hong Kong, preocupada com o fim do pluralismo político por ocasião da devolução do território em 1997.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade