Publicidade

Estado de Minas ROMA

Polícia italiana investiga argelino por possível colaboração nos atentados de 2015 em Paris


08/03/2021 07:06

A polícia italiana anunciou nesta segunda-feira que investiga um argelino de 36 anos, suposto membro do grupo Estado Islâmico (EI), suspeito de ter fornecido "falsos documentos" aos autores dos atentados de 13 de novembro de 2015 na França.

"As investigações permitiram constatar - graças a uma grande cooperação internacional - a afinidade do suspeito com o o entorno radical de inspiração extremista", afirma a polícia de Bari em um comunicado.

A investigação também mostra "sua atividade direta de apoito aos autores dos atentados terroristas do Bataclan, do Stade de France e dos ataques armados (...) ocorridos em Paris em 13 de novembro de 2015, autores aos quais proporcionou documentos falsos".

Os ataques deixaram 130 mortos e mais de 350 feridos.

O jornal La Repubblica identifica o suspeito como Athmane Touami, atualmente detido por falsa documentação.

De acordo com o jornal, a ele integrava uma célula do EI que atuava na França e Bélgica, ao lado de seus dois irmãos. Também teria mantido contato com Amedy Coulibaly e Sherif Kouachi, autores - com Saïd Kouachi - dos atentados de janeiro de 2015 contra o semanário satírico Charlie Hebdo, a polícia e um supermercado kosher.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade