Publicidade

Estado de Minas DACAR

Protestos após prisão de opositor deixam quatro mortos em Dacar


05/03/2021 20:46

Dacar foi palco, nesta sexta-feira (5), de enfrentamentos entre a polícia e centenas de jovens, que deixaram quatro mortos, dois dias depois da prisão do opositor Ousmane Sonko, cuja custódia foi prorrogada.

Em vários bairros da capital do Senegal, mas também em cidades do interior, ocorreram confrontos de magnitude que não era vista há anos e que foram contidos por agentes de choque da polícia.

"O governo lamenta a perda de quatro vidas humanas", disse o ministro do Interior, Antoine Félix Abdoulaye Diome, ao vivo pela TV na noite desta sexta-feira. O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, declarou-se "muito preocupado" e pediu que se evite "uma escalada" da violência.

No popular bairro de Medina, coração da capital senegalesa, grupos de jovens atiraram pedras em um grande número de policiais antes de fugirem.

A prisão de Ousmane Sonko - terceiro nas eleições presidenciais de 2019 e que deverá ser um dos principais candidatos nas eleições de 2024 - também desencadeou desde quarta o saque de lojas, em especial com bandeiras francesas, na capital e em outras cidades do país. Essa detenção elevou ao máximo a indignação acumulada nessa nação pobre, que enfrenta várias dificuldades, incluindo a pandemia de covid-19.

Na avenida principal Blaise Diagne, dezenas de jovens gritando "Liberdade para Sonko" conseguiram fazer com que a polícia se retirasse temporariamente, apesar dos disparos de granadas de gás lacrimogêneo. O chão ficou coberto por pedras, cartuchos de granadas e pneus em chamas.

Em Mbao, na periferia, um repórter da AFP testemunhou pessoas saindo com mercadorias de um supermercado Auchan, rede que teve pelo menos 14 lojas atacadas e 10, "saqueadas", segundo a direção do grupo francês. No distrito de Plateau, centro nervoso do governo, onde quase não há tráfego, foi estabelecida uma ampla força policial.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade