Publicidade

Estado de Minas DUBAI

Ao menos 50 mortos em combates no Iêmen


27/02/2021 14:44 - atualizado 27/02/2021 14:49

Os combates entre rebeldes e forças governamentais continuaram provocando estragos neste sábado na província de Marib, no Iêmen, onde morreram pelo menos 50 combatentes, entre eles um comandante das forças especiais, informaram fontes militares leais ao governo.

Os rebeldes huthis, que tentam há um ano assumir o controle de Marib, retomaram em 8 de fevereiro a ofensiva contra o último reduto administrado pelo governo na região norte do país.

De acordo com uma das fontes, "22 membros das forças governamentais e mais de 28 rebeldes morreram nas últimas 24 horas nos combates", que continuam sem trégua na província de Marib.

Na guerra do Iêmen, uma coalizão militar liderada pela Arábia Saudita apoia as forças governamentais contra os rebeldes huthis.

De acordo com a emissora dos rebeldes, Al Masirah, esta coalizão executou mais de 12 ataques aéreos para apoiar as forças do governo na região.

Na sexta-feira, mais de 60 combatentes morreram em Marib, o dia mais violento desde o início da batalha, que obrigou centenas de famílias a abandonar suas casas.

A província de Marib, 120 km ao leste da capital, Sanaa, fica perto dos campos de petróleo.

Os huthis não divulgam balanços de suas baixas.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade