Publicidade

Estado de Minas MOSCOU

Rússia discute fornecimento da vacina Sputnik V para a Áustria


26/02/2021 14:39

O presidente russo, Vladimir Putin, e o chanceler austríaco, Sebastian Kurz, discutiram a possibilidade de entregar a vacina russa Sputnik V contra a covid-19 à Áustria, anunciou o Kremlin nesta sexta-feira (26).

Em entrevista por telefone, os dois líderes discutiram "a possibilidade" de fornecer à Áustria a vacina e a "produção conjunta" da Sputnik V, segundo nota da presidência russa.

O Kremlin acrescentou que "novos e estreitos contatos" foram acordados sobre esta questão para o futuro.

No início de fevereiro, Kurz já havia dito que estaria aberto às vacinas russas ou chinesas contra o coronavírus produzidas na Áustria, caso obtivessem uma autorização de comercialização na União Europeia (UE).

A Sputnik V ainda aguarda a luz verde da Agência Europeia de Medicamentos (EMA) para ser distribuída nos 27 Estados-Membros da UE.

A Rússia, que está em desacordo com a UE em várias questões internacionais, culpa o bloco pela suposta lentidão do regulador europeu.

Por outro lado, a Hungria já começou a usar a vacina russa em 12 de fevereiro, sem esperar pela decisão europeia.

Inicialmente recebida com ceticismo,a Sputnik V, batizada em homenagem ao primeiro satélite soviético, convenceu os especialistas de sua eficácia.

O jornal médico especializado The Lancet publicou os resultados segundo os quais a vacina é 91,6% eficaz contra as formas sintomáticas da covid-19.

Segundo Moscou, que também registrou duas outras vacinas, a Sputnik V está licenciado atualmente em quase 40 países.

As autoridades russas estão tentando estabelecer acordos de produção em todo o mundo em vez de exportar suas vacinas devido à falta de capacidade para atender à demanda doméstica prioritária.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade