Publicidade

Estado de Minas BEIRUTE

Americano é libertado após seis meses detido por jihadistas na Síria


17/02/2021 11:48

Um americano que vive no noroeste da Síria, que se define como jornalista, mas suspeito de ser próximo do jihadismo, foi libertado nesta quarta-feira (17) pela facção no poder em Idlib, informou uma ONG.

Bilal Abdul Karim, um americano de 49 anos convertido ao islamismo, foi preso em agosto pelo grupo jihadista Hayat Tahrir al-Sham (HTS), que domina quase metade da província de Idlib, ainda fora do controle de Damasco.

O HTS "libertou Bilal Abdul Karim (...) mais de seis meses após sua prisão", disse o Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH).

Condenado inicialmente a um ano e meio de prisão por um tribunal local, de acordo com o OSDH, a sua libertação foi precipitada graças à intervenção de "notáveis e personalidades" locais.

A prisão de Bilal Abdul Kareem pode estar relacionada com a de Tauqir Sharif, cidadão britânico cuja nacionalidade foi retirada do Reino Unido e que também vive na Síria.

Fazendo-se passar por trabalhador humanitário, Tauqir Sharif também havia sido detido pelo HTS, o ex-braço sírio da Al-Qaeda, em um contexto de combates entre facções jihadistas.

A guerra na Síria, que já deixou mais de 387 mil mortos, começou em março de 2011 com a repressão sangrenta de manifestações pró-democráticas e se tornou mais complexa ao longo dos anos, com a participação de potências estrangeiras e a ascensão de grupos jihadistas.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade