Publicidade

Estado de Minas PEQUIM

China exportou mais de 220 bilhões de máscaras de proteção em 2020


29/01/2021 07:09

A China exportou cerca de 220 bilhões de máscaras cirúrgicas no ano passado, ou seja, cerca de 40 para cada pessoa que vive fora do gigante asiático - informou o Ministério do Comércio nesta sexta-feira (29).

A China foi o primeiro país afetado pela pandemia de coronavírus no final de 2019 e, rapidamente, tornou-se o fabricante de máscaras número um do mundo. As autoridades não hesitaram em apresentar esta produção em massa como uma ferramenta diplomática e fizeram importantes doações de material de proteção.

A China também exportou 2,3 bilhões de trajes de proteção e 1 bilhão de testes contra o vírus, de acordo com o vice-ministro do Comércio, Qian Keming.

Trata-se de "contribuir de maneira importante para a batalha mundial contra a pandemia", afirmou.

Do ponto de vista sanitário, a China praticamente erradicou a pandemia, apesar do surgimento de alguns focos nas últimas semanas, sobretudo, no norte do país e na região ao redor de Pequim.

O país também é um dos poucos no mundo a ter alcançado crescimento (+ 2,3%) em 2020, graças, em parte, a essa produção de material de proteção contra o coronavírus.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade